Acordo por novo governo em Israel está próximo

Os dois principais grupos políticos do país esperam finalizar o acordo até o fim da semana; Netanyahu continua como primeiro-ministro

O plenário do Knesst, o parlamento israelense

O plenário do Knesst, o parlamento israelense
Foto: Itzik Edri/Pikiwiki

Está próximo de ser finalizado o acordo entre o Likud e o Movimento Azul e Branco para a formação de um governo de coalizão em Israel a ser liderado pelo atual primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu. O acordo deve ser fechado, no mais tardar, amanhã de noite.

Para o The Jerusalem Post, o membro do Movimento Azul e Branco Chili Tropper afirmou que “as negociações com o Likud estão muito próximas da conclusão”. Ele é um dos parlamentares mais próximo e de confiança do líder do partido, Benny Gantz.

Ontem, um grupo de lideranças locais do Likud lançaram um manifesto pedindo que Netanyahu não feche uma aliança com Gantz, mas o apelo aparentemente foi infrutífero.

O ministério da Justiça será liderado por Avi Nissenkorn, do Azul e Branco e o ministério da Segurança Interna ficará a cargo de Miri Regev, do Likud.

O ministério das Relações Exteriores, onde Benny Gatz era cotado, irá para o ex-presidente do Knesset Yuli Edelstein, do Likud. Com isso, o Likud abriu mão do ministério da Educação, que irá para Gabi Ashkenazi, do Azul e Branco.

Netanyahu ainda tenta trazer o pequeno partido de direita Yamina para o seu governo, mas após o Movimento Azul e Branco levar a pasta da educação, o acordo pode ser inviável.

Fonte: Revista Oeste

Nenhum comentário.